Archives for : bíblia

Logoslogia

Uma rosa por outro nome ainda seria uma rosa?Uma das questões que mais me incomoda quando falamos sobre ciência é sobre a definição e origem dos diferentes nomes das ciências. Muitas pessoas acham que o nome é irrelevante, pois “uma rosa sob outro nome teria o mesmo perfume”, como disse Shakespeare em Romeu e Julieta. Essa inclusive é uma discussão no livro O Nome da Rosa, de Umberto Eco. Mas o nome é importante sim, principalmente para saber diferenciar e identificar as coisas.

Durante muito tempo, os nomes eram vistos como extensões da alma. Tanto é que atribuir um nome a algo era atribuir uma alma a isso. Não é à toa que no relato bíblico da criação do mundo Deus dá ao homem a tarefa de dar nome aos animais. Dessa forma, não só os animais poderiam ser identificados, mas também o homem seria como Deus, pois ele estaria atribuindo alma e sendo criador também. E, ao negligenciarmos os nomes, estamos negligenciado a alma das coisas, sua essência.

Continue Reading >>

A História atrás da Sexta-Feira 13

Hoje é sexta-feira 13, um dia que todos acham que tem algo de diferente, mas é tão normal quanto qualquer outro. Hoje, coincidentemente, é a estréia do novo filme Sexta-Feira 13, recontando, de novo, mais uma vez, pela 11ª vez, tudo de novo, a história do serial killer from hell Jason Voorhess.

Mas não é desse “Sexta-Feira 13” que quero falar. Quero falar sobre o dia de hoje mesmo. Chamam Sexta-Feira 13 como o dia do azar. Mas já se perguntaram por que justamente hoje é o dia do azar? Por que não no sábado 14? Ou na segunda-feira 16? Pra mim, a segunda é mais azarada, porque chegamos no meio do mês e percebemos que acabou o dinheiro do mês e não temos mais nada pra mais 15 dias! Isso sim é azar…

Mas, muitas lendas giram em torno da sexta-feira 13. A mais aceita envolve a morte de Jesus Cristo. Segundo as tradições bíblicas, na última ceia, realizada numa quinta-feira, haviam 13 pessoas sentadas à mesa e isso levou à morte de Jesus, numa sexta-feira.

Uma outra referência a isso é a origem do azar relacionado ao número 13. Segundo as tradições místicas do Tarot, a carta 13 (XIII) é a carta da Morte. Como as pessoas não gostam da morte, associam a morte ao azar. Mas isso é pura ignorância e preconceito, já que a carta da Morte traz uma necessidade de transformação e de mudança. Talvez as pessoas achem que é um azar precisar mudar alguma coisa. Eu pessoalmente gosto de mudanças.

E existem ainda outras referências à sexta-feira 13, mas não me lembro de cabeça. Então tá. É isso.