Archives for : rádio

O Imaginário do Rádio e o Podcast

Como podemos imaginar o podcast?Um tema inusitado, mas tem tudo a ver com a minha dissertação de mestrado que tem justamente esse tema: o imaginário do podcast. Não estou tratando exclusivamente do podcast ou do podcasting em si enquanto mídia, mas sim do que nós usuários dessa mídia – produtores e consumidores – conseguimos imaginar dela e criar com ela. A minha base de partida foram os trabalhos já realizados sobre o imaginário do rádio, dentro de uma área de pesquisa do imaginário.

Então, baseado nessas pesquisas resolvi imaginar o podcast. Quais seriam suas características e potenciais? Como podemos imaginar sua produção? E o principal: onde poderemos chegar com essa mídia? Essa é a base da minha pesquisa. E o artigo que publiquei no final do ano passado, no nº 9 da revista Comunicologia da Universidade Católica de Brasília, trata um pouco sobre esse tema, focando mais nos trabalhos clássicos sobre imaginário do rádio e como isso se relaciona com o podcast. Para quem se interessar, aqui vai o resumo:

Este artigo propõe visualizar o imaginário do podcast a partir dos estudos clássicos do imaginário do rádio. Como ambos se assemelham pela transmissão de áudio à distância, existem elementos de comparação. Ao mesmo tempo, encontram-se elementos de diferenciação. Baseado em Bachelard, Arnheim e McLuhan e seus interlocutores, constrói-se a relação do rádio e do podcast com o inconsciente, a visualidade e a tecnologia. Conclui-se que ao se perceber o imaginário do podcast consegue-se visualizar suas potencialidades e possibilita-se imaginar o que há de único no podcast.

Caso você tenha se interessado e queira baixar e ler o artigo na íntegra, basta baixar no link ao final do texto. E, se você for acadêmico e quiser citá-lo, fique à vontade!

 

Resposta a: “O que é o troço podcast…”

A Mafê Mellancia fez um post um tanto quanto polêmico justificando porque ainda é válida a associação entre Podcast e Rádio. Se quiserem conferir o que ela escreveu, cliquem aqui.

Então eu começei a escrever uma resposta e vi que ela estava um tanto quanto grande e resolvi transformá-la em um post aqui. Então, vamos lá!

====

Sei que não faço podcast a tanto tempo quanto a Mafê ou quanto tantos daqueles que estão aqui… Mas desde que me conheço por gente, sei que sou muito crítico com as palavras, porque sei que uma palavra dita errada é muito mais difícil de corrigir do que uma pedra lançada… Então vamos lá!

Realmente, a analogia entre rádio e podcast é quase inevitável. Mas isso é só porque ambos se tratam de audio e nada mais. Podcast é audio. Rádio é audio. Ambos envolvem a transmissão (casting). Logo, pode-se associar ambas, certo?

Churrasco é comida. Salada é comida. Ambas se compram em restaurantes. Logo, pode-se associar ambas? Bem, os vegetarianos vão discordar veementemente e os mais radicais vão dizer que carne não é comida, é crime. E os carnívoros também vão discordar, dizendo que só salada não alimenta nada e que é necessário as proteínas encontradas somente nas carnes, logo só salada não é comida.

O problema dessas associações é a supersimplificação dos objetos associados e comparados. E o problema nesta associação entre rádio e podcast começa quando analisamos o ponto em comum entre ambos: o audio. Podcast é audio? Não! Podcast é um meio pelo qual arquivos de mídia são transmitidos! Uma mídia em podcast pode ser em audio? Pode, como também pode ser em vídeo, conhecido como videocast ou “podcast de vídeo”, como também pode ser um arquivo PDF ou fotos em JPEG, já que o formato da mídia não importa, o importante é o meio pelo qual é transmitido…

A Mafê já disse lá em cima: “Podcast é a forma que o seu áudio é distribuído e recebido”, e eu ampliaria que não é só pra audio, mas pra qualquer mídia. O iTunes recebe arquivos em audio e vídeo, mas imagino que outros coletores possam receber outras formas de mídia também. E essa forma é através de uma assinatura de um feed.

Oras, se podcast não é o arquivo de audio, mas a forma como ele é recebido, vale ainda a associação entre podcast e rádio? A forma que ambos são recebidos é completamente diferente! Podcast é via podcast, rádio é via ondas de rádio. Um é via internet e coletado num coletor de feeds, outros é via ondas mecânicas e coletado num aparelho de rádio. Um requer assinatura e dá ao ouvinte o poder de ouvir quando quiser, outro basta ligar o aparelho, sem assinar e só sintonizar e deixa o ouvinte passivo pra escolher as músicas e programas a ouvir e quando ouvi-los. Eu sinceramente acho que as diferenças entre podcast e rádio são maiores do que as semelhanças…

Já que a gente define podcast pela forma como é transmitida, por que não associar podcast com algo que é transmitido da mesma forma: uma assinatura. Assina-se o feed para ouvir podcast. Então, podemos associar podcast a uma revista que você assina! Quando me perguntam o que é podcast eu digo que é como uma revista em audio pela internet que você faz uma assinatura e recebe em casa sempre que é lançado sem precisar se preocupar com isso. Então eu ensino como a pessoa pode assinar um podcast. E acreditem: não é difícil usar essa associação!

Eu prefiro associar o podcast à assinatura de uma revista do que associar à transmissão de rádio. E isso nos dá ainda a possibilidade de desassociar o podcast somente ao audio e nos permite abrir à definição para qualquer arquivo de mídia! Se pegarmos as definições de dicionário ou da wikipedia sobre podcast, todos vão se referir a arquivos de mídia e não somente de audio…

E realmente, se queremos expandir o conceito de podcast, se queremos amadurecer enquanto podcasters, então acho que devemos também deixar de associar essa mídia a outras que não vão ajudar nesse amadurecimento. Existem outros caminhos melhores e cabe a nós tentarmos descobrir qual é!

E essa é a minha opinião. My 2 cents…